Entrevistas

DESIGN

Daniela Lopes

Daniela Lopes é uma designer autodidata, residente na ilha Terceira, Açores. Tem um atelier de confeção aberto ao público desde 2016, STUDIO. Uma das suas ambições é atualizar o bordado tradicional açoriano criando peças que possam integrar-se na vida quotidiana das pessoas.

DESIGN

Sara Silva

Sara Silva é uma designer autodidata que iniciou em 2017 o projeto 8Straw |Handmade Design que tem como objetivo criar um design contemporâneo e sustentável de malas e chapéus, através da recuperação da técnica de entrançado do palmito de Porto Santo, que se encontra atualmente em extinção.

DESIGN

Inês Ribeiro

Inês Ribeiro é licenciada em Artes Plásticas pela Escola Superior de Arte e Design das Caldas da Rainha. Realizou uma formação em cerâmica, fotografia e serigrafia, ao abrigo do programa Erasmus na Guzel Sanatlar Facultesi em Antalya, na Turquia. Exerce atividade como artista plástica e como designer gráfica. Vive em Ponta Delgada, Açores, desde 2010.

artesanato

Joana Dias​

Joana Dias é natural de São Miguel, Açores, e licenciou-se em Design de Equipamento na Faculdade de Belas Artes de Lisboa.

artesanato

João Paulo Pereira

João Paulo Pereira, da Casa dos Bordados dos Açores João Pereira & Filhos, Lda., reflete sobre o papel que os bordados desempenharam na condição da mulher açoriana, na atividade da empresa e na situação dos bordados na atualidade.

artesanato

Lurdes Lindo

Nesta entrevista, a tecelã conta como iniciou a atividade, refletindo sobre o seu papel na condição da mulher nos Açores e sobre a situação atual desta atividade no contexto da globalização.

ARTE

João Carlos Silva

João Carlos Silva (nasc. 1956) nasceu em São Tomé, onde vive. Frequentou a Faculdade de Direito de Coimbra, foi jornalista e participou em várias exposições coletivas de artes plásticas em S. Tomé e no estrangeiro e é o diretor da Bienal de Arte e Cultura de S. Tomé e Príncipe.

arte

Filipa Venâncio

Filipa Venâncio nasceu no Funchal em 1965, onde vive. É licenciada em Artes Plásticas/Pintura pelo Instituto Superior de Artes Plásticas da Madeira, em 1991. Expõe regularmente desde 1987, tendo participado em várias exposições, coletivas e individuais. 

arte

António Dantas

O artista madeirense António Dantas (Funchal,1954-) foi um dos dinamizadores do movimento de Poesia Experimental Portuguesa, tendo criado com António Aragão a revista Filigrama. No campo da eletrografia e da vídeo arte, a sua obra caracteriza-se manipulação e distorção de imagens – acompanhadas por vezes por linguagem verbal – e pela sua dessemantização poética atravessada pela ironia.

arte

Nuno Prazeres​

Nuno Prazeres é um jovem artista, natural de São Tomé e Príncipe e residente, atualmente, na Ilha de Santiago, Cabo Verde, onde realizou, recentemente, duas exposições individuais: “Um outro olhar sobre a Arte Vs Transcendência”, na Livraria Nho Eugénio, 2017, e “Interculturalidade contemporânea”, no Palácio da Cultura Ildo Lobo, 2018, ambos na Cidade da Praia

arte

Olavo Amado

Artista são-tomense. Iniciou a sua formação artística na galeria Teia d´Arte,  fundada pelo artista plástico João Carlos Silva, onde frequentou workshops de pintura e desenho com o artistas senegalês Seiny Gadiaga e o brasileiro Jefferson Paz, entre 2002 e 2004

arte

René Tavares

René Tavares é um artista são-tomense, formado na Escola de Belas Artes de Dakar, Senegal. Tem exposto em vários locais como São Tomé, Amsterdão, Luanda, entre outros, e participado em bienais como a Bienal de Dak’art ou a Bienal Internacional de Arte e Cultura de São Tomé e Príncipe.

arte

Rui Melo

Rui Melo é um artista açoriano, residente na Ilha Terceira. Tem realizado regularmente exposições em Portugal e no estrangeiro. A vivência numa ilha vulcânica fê-lo ter uma consciência aguda do precário equilíbrio da existência humana face às forças da natureza.

arte

Maria José Cavaco

Nesta entrevista, Maria José Cavaco partilha as suas reflexões sobre o seu trabalho Rotas de todos os dias, 2010, apresentado na exposição itinerante Horizontes insulares, e Dear Painter, 2011.

arte

Irineu Destourelles

Esta entrevista procura refletir sobre a imagem na obra de Irineu Destourelles e o modo como esta pode constituir uma estratégia crítica ao regime de distribuição do poder vigente.

Powered by